quinta-feira, 21 de julho de 2016

A matemática do reino


" Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas." Jo 10.11

Um simples e-mail já é bastante para emocionar alguém e cultivar a amizade.

Nós, os seres humanos, continuamos os mesmos: sempre famintos por encontros, por sermos percebidos e amados.

Homens e mulheres de sempre, cultivando (e cultuando) alegria, sensualidade, entretenimento e drogas lícitas - alguns avançam em direção às ilícitas.

À procura de cardumes, apontamos nossas embarcações mar adentro. Somos verdadeiros náufragos, embebidos de silêncio - abrigado na alma.

Quem poderá nos salvar? O Chapolim? Não,  acho que não!

Apesar de todo ceticismo, Jesus Cristo certa vez disponibilizou uma de suas fantásticas histórias...

Perguntou ele, em tom enigmático: "Quem, tendo cem ovelhas e percebendo que uma delas se perdeu, não deixaria as outras noventa e nove, e iria atrás da ovelha perdida?"

Bem... Eu posso garantir que eu não o faria, pois não colocaria as noventa e nove em risco de abandono, por causa de uma única ovelha (problemática  e desajustada!)

Jesus completa a sua história, dizendo que "o Bom Pastor deixa tudo e vai atrás da ovelha perdida!

Jesus Cristo, o bom pastor, está interessado em nós,  seja onde ou como estivermos: famintos, moribundos ou perdidos.

Louve! Louve! Louve a Deus!

"Então sempre cantarei louvores ao teu nome, cumprindo os meus votos cada dia." Salmo 61.8

Se eu desafiasse você a louvar a Deus por tudo que ocorre neste momento, seja bom ou mau...

Acho que você acharia patético ou mesmo ficaria enfurecido comigo, não?

Talvez pensasse imediatamente: "queria ver você no meu lugar, se estaria louvando a Deus por tudo?"

Admito. Não sei se conseguiria!

Entretanto, pense comigo.

Em que ajuda ou muda você reclamar, murmurar ou se revoltar quanto ao que ocorre com você - especialmente quanto às coisas ruins?

Muito ao contrário, seu espírito e mente sofrem ainda mais quando sua boca se abre para revelar sofrimento, inconformação e revolta. Ouça isso...

Era noite fria e sombria! A morte rondava seu futuro! Solidão e tristeza, como manto, envolviam seu frágil espírito!

Então Jesus Cristo bradou do fundo da alma um louvor a Deus, contrariando toda a lógica humana, sob a qual se encontrava. E disse: "Pai, seja feita não a minha vontade, mas a Tua."

Beber cálices que não queremos não é uma experiência agradável!

Entretanto, revoltarmo-nos contra eles é uma experiência destruidora!

Louve a Deus! Louve a Deus! Louve a Deus!

( rev Marcos Amaral )

quarta-feira, 20 de julho de 2016

A vitória é certa!


" Com Deus conquistaremos a vitória, e ele pisoteará os nossos adversários." Salmo 60.12

Tempos nublados nos negam o sol - o que não quer dizer que ele não esteja acordado, atrás das nuvens, cumprindo sua missão.

Ainda que sua voz não seja ouvida: mesmo assim, clame a todo pulmão!

Abatido, sim, mas não derrotado; pois as horas são verdadeiros presentes, uma após a outra.

O Ontem me negou presentes tão desejados, mas eu celebro a sua despedida com a chegada da esperança.

Meus sentimentos assaltam meu coração enganoso, já meu espírito se nutre em Deus.

Ninguém pode endireitar o que Deus faz torto e ninguém pode roubar a minha sorte, se ela vier direto dos céus.

Eu sei, você se parece bastante comigo: quando ameaçado se abate; quando confrontado é tomado de temores.

Jesus Cristo nos disse certa vez:
" ...o Pai celestial sabe do que vocês precisam... Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas"

Ah! Eu me sinto animado!

Olhe só, começou mais um dia!

Já ouço a música lá fora, celebrando a minha vitória.

Parabéns por esses presentes vindos do alto! Olhe para frente com entusiasmo e que Deus lhe seja companhia!


terça-feira, 19 de julho de 2016

Navegar é preciso...

"Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar." Josué 1.9

Parece algo seletivo e radical, mas não é!

A vida não contempla os fracos, nem favorece os indecisos.

Quando digo "fracos e indecisos", não falo da capacidade intelectual ou do preparo técnico, mas me refiro à coragem de optar, escolher, correr riscos.

O futuro não pede licença, tampouco autorização; pois os dias são indiferentes ao nosso gosto pessoal.

Gilberto Gil, em sua canção "O amor aqui de casa", ressalta: "quem seu mal no mel padece, seu bem conserva no sal".

Jesus Cristo, alertando-nos sobre a necessidade de sermos tenazes e decididos, sentencia: "ninguém que põe a mão no arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus”.

Rogue a Deus, não por bons ventos - pois eles não se submetem às nossas predileções -, mas rogue ao Pai dos Céus por forças para remar!

Um dia abençoado com coragem, determinação e forças em Deus.

domingo, 17 de julho de 2016

Deus tem senso de humor

Mas tu, Senhor, vais rir deles; caçoarás de todas aquelas nações. Ó tu, minha força, por ti vou aguardar; tu, ó Deus, és o meu alto refúgio. Salmos 59:8,9

Vi certo filme há algum tempo – mas não me pergunte o nome, pois esqueci – em que um dos principais personagens, em conversa com seu parceiro policial, começou a rir dele, quando o último comentou sobre seus planos de aposentadoria. 

O aspirante a aposentado se irritou com seu companheiro e lhe perguntou qual era a graça. 

O companheiro engraçadinho lhe reponde na hora: “Acho que Deus morre de rir toda vez que vê alguém fazendo planos sobre o futuro!”

A temporalidade, a passagem do tempo, sempre foi, ao mesmo tempo, nosso sonho e grande fantasma, em nossa condição de seres finitos. 

Mandamos naves espaciais, para investigarem outros planetas habitáveis (talvez para vivermos mais)... Mas aqui mesmo - na velha Terra - continuamos a morrer de picada de mosquitos!

Somos passantes, meros passageiros, ainda que nos esforcemos bastante para acreditar que somos deuses!

Acho, sim, que Deus morre de rir quando nos vê fazendo planos - como se fôssemos capazes de controlar coisas extraordinárias, como o tempo, sol ou a lua. 

Jesus, sabendo sobre o nosso pavor quanto ao futuro, nos aconselhou certa vez: “Lancem sobre Deus a ansiedade de vocês, pois Ele cuida do futuro de vocês.”

Nossa ansiedade e constante busca por controle não são capazes de mudar o curso do rio.

Um abençoada segunda-feira! 


sábado, 16 de julho de 2016

A minha Graça te basta


Coríntios 12:9 - Mas ele me disse: “Minha Graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim.

Ontem participei de um jantar comemorativo dos cinquenta anos do amigo Ulisses.

Aliás, meio século, como disse ele! Cinquenta anos fazem os outros, mas nós, não; nós fazemos meio século!

Um belo e agradável restaurante, convidados simpáticos, papo descontraído e convidativo.

Alguns destes amigos ofertaram presentes, como forma de celebração pela data natalícia.

Eis aí um cenário que, apesar de revelar graça, não tem Graça nenhuma! Calma, eu explico.

Afinal, Ulisses é um advogado competente, membro destacado da comunidade, um filho exemplar.

Assim, ser generoso para com ele é algo previsível e coerente.

Já a Graça de Deus é algo irracional, inaceitável, incompreensível e, por vezes, revoltante.


Graça é jantar na casa de Zaqueu, o publicano - algo próximo de um político corrupto, que cobrava impostos na época de Jesus Cristo.

Graça é abraçar um leproso e se deixar tocar por ele - o que fez Jesus Cristo, contrariando sua cultura e seus preceitos religiosos.

Graça era ser visto constantemente entre prostitutas e ser mau falado. Algo, hoje, semelhante a estar na Vila Mimosa (uma zona de prostituição no Rio de Janeiro), em companhia das profissionais do sexo.

Graça foi o Santo de Deus, Jesus o Cristo, dar a vida, por todos nós - não somente por amigos brilhantes, como o Ulisses, mas por gente que ninguém quer ter por perto.

Fico entusiasmado e paralisado com o amor de Deus, ele é, de fato, irracional, incompreensível e absurdamente inconceitual.

Meu avô Paulo dizia que o pior inimigo do homem é o espelho!

Quando criança eu sorria disso, mas, hoje como homem, me emociono; pois meu avô, mesmo como cético religioso, também se impressionava com a Graça de Deus.

Jesus Cristo morreu por você, por mim e por todos, amigos e inimigos Dele.

Isso é Graça!


Um dia na presença do Deus que é cheio de Graça!

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Caramba! Deus conta comigo.


"Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus". Mateus 5:16

Pode ser que o atingimento de coisas grandes e absolutamente expressivas seja seu pensamento hoje.

Talvez conquistar a tão sonhada melhoria da condição material, que proporcione conforto aos seus amados...

Talvez ser alguém, de quem todos se orgulhem ou a quem dediquem reconhecimento...

Talvez sentir prazer em viver, como se estivesse constantemente em cima do pódio...

Mas, quantos paus são necessários para se fazer uma canoa?

Coisas exuberantes, superiores, inalcançáveis, indefiníveis, excitantes... mesmo essas coisas não serão maiores do que Deus, não é mesmo?

Jesus Cristo é mesmo curioso!

Ele diz que Deus “depende” de mim e de você; e de nossos gestos, humanos e simples.

Ser gentil, dirigir com delicadeza, dar "bom dia" ao ascensorista...

Sorrir para si e para os outros, em gratidão a Deus por mais vinte e quatro horas de presentes...

Um e-mail! Sim, ele pode fazer toda diferença no dia de hoje!

Nossa! Há quanto tempo você não diz "eu te amo" a pessoas que você ama tanto?

Jesus Cristo nos ajuda a entender que Deus está em todo lugar e que Ele é Senhor dos Céus e da terra; mas, curiosamente, ele também decide transparecer em nossos gestos cotidianos.

Nossa! Deus conta com a gente.


Um dia cheio da luz de Deus!